“Não ter amigo é ser pobre mesmo.”

Provérbio tanzaniano

RELAÇÕES SAUDÁVEIS PODEM SER EXACTAMENTE ISSO: BOAS PARA A SUA SAÚDE.

11 Julho 2022

De acordo com um estudo recente realizado nos Estados Unidos da América, a solidão e o isolamento social são a próxima pandemia.

Esse estudo apurou ainda que, a solidão prolongada pode ser tão má para sua saúde quanto fumar ou ser obeso.

“A solidão pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares e derrames cerebrais em 30%”, de acordo com o Dr. Ramesh Mazhari, Director de Cardiologia Intervencionista da Faculdade de Medicina e Ciências de Saúde da Universidade George Washington”

Estamos mais solitários do que nunca.

De acordo com Statista, 33% das pessoas sentem-se sozinhas em todo o mundo, e esse número aumenta para 40% na África do Sul.

Com o aumento do isolamento físico causado pelo trabalho remoto e os últimos dois anos de confinamentos totais recorrentes devido à pandemia da Covid-19, o isolamento social e a solidão tornaram-se uma grande preocupação para muitas pessoas.

Ter relações fortes, saudáveis e gratificantes com amigos, familiares e parceiros de vida pode ajudá-lo a combater a solidão e aumentar sua saúde física.

Benefícios de relações saudáveis para a saúde:

Reduzem o stresse e ansiedade, melhoram o sono, regulam a pressão arterial e fortalecem o sistema imunológico.

Nem todas as relações são criadas da mesma maneira:

Embora as boas relações, saudáveis e amorosas possam torná-lo mais saudável, os impactos das más relações na saúde física podem ser bastante significantes.

Como posso saber se a minha relação é saudável?

Uma relação saudável é aquela que não provoca stresse ou angústia recorrente. Ela caracteriza-se pelo seguinte:

1. Você pode falar o que pensa com segurança.

Se discussões sinceras são recebidas com explosões e o conflito nunca é resolvido, o relacionamento não pode ser saudável.

2. A confiança está no centro da relação.

Se as pessoas dentro da relação perguntam-se constantemente sobre onde estão umas com as outras e não podem confiar na relação como um lugar estável e seguro, isso não é saudável.

3. Ambas as partes têm a liberdade de discordar.

Ninguém deve, de forma contínua, tentar influenciar e persuadir o outro. As diferenças devem ser aceites e até mesmo comemoradas.

4. Há encorajamento mútuo.

Cada um deve sentir-se apoiado e as vitórias individuais são elogiadas sem ciúmes.

5. Todas as partes estão fisicamente confortáveis umas com as outras.

Não há espaço para discriminação com base na aparência física, ou vergonha dentro de uma relação saudável. Você deve sentir-se bem na sua pele!

6. Separe interesses das relações.

Você deve ter a liberdade de exercer certas actividades que você faz apenas para si mesmo. O mesmo vale para manter amizades anteriores à relação.

Sinalizadores vermelhos de relação tóxica

Por outro lado, as relações tóxicas podem afectar negativamente sua saúde, provocando directamente insónia, aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, desconforto gastrointestinal, levando à indigestão e úlceras estomacais. As más relações também afectam directamente todos os aspectos da sua saúde mental.

As relações tóxicas são caracterizadas por:

1. Falta de apoio

Inveja, ciúme e menosprezo de seus objectivos ou realizações devem ser uma bandeira vermelha gritante.

2. Comunicações tóxicas

Explosão, falta de vontade de resolver conflitos e guardar ressentimentos são comuns em relacionamentos tóxicos.

3. Controlar o comportamento e o isolamento.

Se você for obrigado a se desligar de relações, e se forem colocados limites na sua liberdade de movimento física e social – sinais de alerta tóxicos devem piscar!

4. Desonestidade e desrespeito.

Isso deve ser óbvio, mas ser enganado e publicamente ou privadamente envergonhado, ou desprezado pela outra pessoa, é uma forte indicação de um relacionamento tóxico.

5. Egoísmo financeiro.

As finanças compartilhadas devem ser compartilhadas. As metas de poupança e ganhos devem ser estabelecidas e mantidas, e as despesas discutidas de forma serena e livre.

6. Vigilância demasiada.

Se você está constantemente a controlar o humor do seu parceiro em busca de gatilhos de explosão e pisando nas casas de ovos ao seu redor, você está a viver um ambiente tóxico.

Cortisol e a conexão mente-corpo.

A conexão entre a sua mente e o seu corpo é extremamente forte e impossível de se ignorar. Se você está triste ou sofre de problemas de saúde mental, não pode estar totalmente saudável fisicamente. A mente não distingue o trauma mental do físico. Isso significa que a angústia mental devido a relacionamentos tóxicos afecta directamente o seu corpo. Isso costuma apresentar-se como aumento das taxas de produção de cortisol pelo cérebro. O cortisol também é chamado de hormónio do stresse e, embora seja importante em certas situações de luta ou fuga, uma dose exagerada pode provocar graves implicações para a saúde, incluindo:

• Ganho de peso, principalmente em torno da cintura e parte superior das costas, e arredondamento do rosto.

• Acne e cicatrização lenta.

• Afinamento da pele, hematomas fáceis e rosto constantemente corado.

• Fraqueza muscular e fadiga severa.

• Irritabilidade, dificuldade de concentração.

• Pressão alta e dores de cabeça.

Nem todo desacordo ou situação stressante significa necessariamente que a sua relação seja tóxica, mas esteja ciente dos efeitos negativos que padrões de acções tóxicas podem ter em sua saúde.

Você merece ter um relacionamento saudável tanto quanto tem a responsabilidade de ser um amigo e parceiro saudável, confiável e atencioso.

Fontes e leitura adicional: