Extinga o seu hábito de fumar!

01/06/2020

O mês de Maio é sinónimo de anti-tabagismo, sendo que é celebrado no dia 31 deste mês o Dia Mundial Sem Tabaco. O objectivo deste dia é encorajar os fumadores a desistirem, e educá-los sobre as terapias e serviços  de cessação disponíveis. E também serve para destacar todos os riscos de saúde associados ao hábito.

 

O tabaco é perigoso para a sua saúde! Isso é um facto! Não há como negá-lo, também não há como justificá-lo, o tabaco trás consigo múltiplos riscos para a sua saúde, podendo causar danos em quase todos os órgãos do corpo, sendo por isso entendido por muitos de que devem ser implementadas medidas anti-tabagistas mais drásticas não só em Africa, mas em todo o mundo. Estão muitas vidas em jogo!

Os fumadores estão em alto risco de desenvolver mais de 50 condições de saúde graves, algumas destas condições podem ser fatais, enquanto outras podem causar danos irreversíveis a longo prazo. O fumador pode ficar doente através desse hábito horrível, ou criar doenças a outros que passam involutáriamente a ser fumadores passivos.

 

Cancro

Fumar é a causa de sete em cada 10 casos de cancro no pulmão, sendo também o causador de cancro em muitas outras partes do corpo, nas quais se incluem, a boca, garganta , laringe, esófago, estômago, fígado, rins, pâncreas, colo do útero, intestino, bexiga, órgãos reprodutivos, pele e até os olhos

 

Cardiovascular

Fumar prejudica a círculação cardíaca e sanguínea, aumentando o risco de AVC, ataques cardíacos e desenvolver outras doenças, tais como, doença coronária, doença vascular periférica e doença cerebrovascular.

Fumar também pode ser a causa de danos irreparáveis dos vasos e células sanguineas. Estudos mostram que os produtos químicos nos (cigarritos) podem aumentar o risco aterosclerose (acumulação de placas nos vasos sanguíneos) isto limita o fluxo sanguíneo e pode resultar em bloqueios perigosos. Fumar também aumenta o risco de doença arterial periférica (DAP), ocorre quando as artérias para os braços e pernas começam a estreitar, obrigando a que o fluxo sanguíneo seja restríngido, a possibilidade em desenvolver coágulos sanguíneos, angina e dores no peito aumentam substancialmente.

 

Fertilidade

Acredite ou não, fumar pode até mesmo danificar o sistema reprodutivo em ambos os sexos. Nas mulheres, os danos podem ser de gravidade tal que a dificuldade em engravidar é tremenda. Isto sem sido,em grande parte, atríbuido ao próprio tabaco, e vários  produtos químicos encontrados nos cigarros, e que afectam os níveis hormonais. Nos homens, por quanto mais tempo um individuo for fumador, maior é o risco de disfunção eréctil. Além disso, fumar também pode afectar a qualidade do esperma que tem um impacto directo na fertilidade.

 

Gravidez

Fumar enquanto grávida é colocar a saúde do seu bebé em alto risco! Acender um cigarro enquanto grávida  também coloca a mãe em risco de desenvolver complicações relacionadas ao nascimento. Dos quais se incluem os seguintes:

  • Aborto espontâneo

 

  • Parto prematuro

 

  • Nascido-morto

 

  • Bebé de baixo peso à nascença

 

Tabagismo passivo

O chamado fumo em segunda mão vem da ponta de um cigarro aceso, e o fumo que é exalado pelo fumador. Ao ser inalado o fumo em segunda mão, também  conhecido por tabagismo passivo, aumenta o risco da pessoa que o inala vir a sofrer das mesmas patalogias que um fumador. Exemplo: se nunca fumou, mas o seu conjugue fuma, o seu risco de apanhar cancro do pulmão aumenta em cerca de 25%.

Os bebés e as crianças são particularmente vulneráveis aos efeitos do fumo passivo. Uma criança exposta a fumo passivo tem o risco aumentado em contraír infecções no peito, meningite, tosse peristente e asma. Se já eram portadoras de tosse persistente e asma os sintomas e sofrimento dessas crianças virão inevitavelmente a piorar.

 

Nota final:

O fumo dos cigarros contém cerca de 4800 produtos químicos, estando 69 destes indiciados como causadores directos de cancro. Os efeitos nocivos do consumo de tabaco podem ser largos e variados, mas todos eles têm uma característica em comum………« têm um impacto directo na saúde de cada fumador ».